11/08/2017 16h59

Estudantes de Governador Lindenberg visitam a Reserva Natural Vale em Linhares

Uma aula em contato com a natureza. Assim foi a experiência dos estudantes das 1ª e 3ª séries do Ensino Médio da Escola Estadual Professor Carlos Mendes, de Governador Lindenberg. Acompanhados pelo professor de Biologia João Guilherme Elias Junior, os grupos realizaram uma visita à Reserva Natural Vale (RNV), localizada na Cidade de Linhares.

Esta atividade faz parte do projeto “Biodiversidade do Espirito Santo”, que tem como objetivo trabalhar a biodiversidade de seres vivos para entender o que ela representa para a manutenção dos ecossistemas e geração de conhecimentos necessários à qualidade de vida.

Para João Guilherme, as atividades práticas são muito importantes, uma vez que trazem um aprofundamento e complemento de grande parte do conteúdo visto em sala.

“Aulas de campo fazem com que os estudantes participem de um trabalho que envolva a preservação do meio em que vivem e também de seu planeta. Servem como lições praticadas fora da escola que oferecem aulas diferentes, interativas, prazerosas e criativas, onde professores e alunos estreitam os laços da confiança e amizade além dos muros da escola”, finalizou o professor.

A Reserva Natural Vale

Mantida pela Vale desde a década de 50, a Reserva Natural Vale (RNV) é uma das maiores áreas protegidas de Mata Atlântica do Brasil. Localizada em Linhares, norte do Espírito Santo, a RNV tem ao todo 23 mil hectares e é um dos últimos grandes remanescentes da Floresta de Tabuleiro, uma das formações florestais mais ameaçadas do Bioma Mata Atlântica.

Aberta ao público, a Reserva é um ótimo espaço para a prática do turismo ecológico, pois está situada no Circuito do Verde e das Águas, umas das principais rotas turísticas do Espírito Santo.

O lugar conta com uma ampla área verde para lazer. Além disso, há espaço para caminhadas em trilhas, salas de oficina, brinquedoteca e um Centro de Visitantes com exposição permanente sobre a Mata Atlântica e informações sobre educação ambiental.

Além da conservação da diversidade biológica e da opção de lazer, a reserva é utilizada para o desenvolvimento de pesquisas científicas de importante repercussão para a sociedade e essenciais para o conhecimento e manejo da floresta.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação / SEDU
Vivian Camargo / Flávia Zambrone
Texto: Emanoele Rocha

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard