19/06/2017 15h46 - Atualizado em 19/06/2017 15h53

Projeto mobiliza estudantes em favor do meio ambiente

Os estudantes do Ensino Médio integrado ao curso técnico em Agronegócio da Escola Estadual Bananal, localizada em Rio Bananal, participaram, na primeira semana de junho, de uma atividade envolvendo os 3 R’s da sustentabilidade: Reflorestar, Reduzir e Recuperar. Esta ação teve como objetivo conscientizar a população sobre a importância do reflorestamento e da preservação da mata atlântica para amenizar os efeitos da estiagem no Espírito Santo.

Dividido em três momentos, o evento teve início com a temática “Reflorestamento”. Os alunos realizaram um trabalho sobre os tipos de poluição apresentado por meio de seminários dentro da disciplina de Gestão Ambiental, destacando assuntos como a importância de se preservar os rios e as matas e sobre como diminuir a crise hídrica que a cidade enfrenta atualmente.

Com esta atividade, os estudantes conseguiram a doação de 160 mudas de árvores nativas que foram distribuídas para os moradores da comunidade onde a escola está localizada. “Rio Bananal vive de agricultura e, com esta crise hídrica, há certa dificuldade com as plantações”, explicou Catiene de Oliveira, coordenadora do Ensino Médio Integrado ao curso técnico em Agronegócio.

Em julho será realizada a segunda etapa da atividade, que vai mostrar os impactos ambientais provocados pelo descarte irregular de lixo. Os educandos do curso técnico realizarão oficinas e palestras para as turmas do Ensino Fundamental I do município.

“Buscamos conscientizar os estudantes e a comunidade sobre a importância da reciclagem, também por meio de palestras e doações de mudas de árvores. Esse é um belo evento e está surtindo um resultado muito positivo nos alunos”, pontuou Catiene.

Para o educando Michael Matuchac de Souza, da 1ª série do Ensino Médio integrado ao curso técnico em Agronegócio, “essa ação trouxe para os alunos um grande aprendizado, mostrando na prática a teoria aprendida em sala de aula e proporcionando novos conhecimentos”, afirmou.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação / SEDU
Vivian Camargo / Flávia Zambrone
Texto: Emanoele Rocha

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard